Mais de 40 pessoas morrem de VI H/SIDA no Bié

Quarenta e quatro (44) pessoas morreram vítimas de HIV/ SIDA na província do Bié, de Janeiro a Outubro do ano em curso, mais dois óbitos em relação a 2018, informou ontem Sábado, na cidade do Cuito, o chefe de Departamento de Saúde Pública, Isaias Cambissa

Em declarações à Angop, no âmbito da realização da Feira da Saúde que o sector promove no centro da cidade, o responsável sublinhou que neste mesmo período foram testadas 48 mil 436 pessoas em 175 unidades hospitalares, contra 44 mil 403 em 2018, resultando em mil e 210 casos positivos, mais 149 do que em igual período anterior. Isaías Cambissa avançou ainda que os óbitos foram notificados nos municípios do Andulo, Camacupa, Catabola, Chinguar, Cunhinga, Chitembo, Cuemba e Nhârea, acrescentando que as entidades sanitárias vão prosseguir com acções de sensibilização nestas comunidades.

Relativamente à Feira da Saúde, avançou ser já uma prática das autoridades, com vista a influenciar os cidadãos a ganharem cultura para efectuarem consultas de rotinas como as que estão a ser feitas, principalmente nos testes de glicemia,VIH/SIDA, hepatite B e C, Malária, hipertensão, entre outras. Com encerramento previsto para o final do dia de ontem, Sábado, a feira, segundo a fonte, estima atender mais de quatro mil citadinos, contando ainda com a distribuição de mosquiteiros impregnados para grávidas e menores de cinco anos, preservativos, assim como estão a ser ministrados conteúdos referentes ao equilíbrio da dieta alimentar.

error: Content is protected !!