O editorial :Cada planta no seu lugar

O Presidente da República, João Lourenço, deu, ontem, o exemplo, ao juntar-se à campanha de plantação de árvores. O nosso país está a ficar deserto, as cidades são uma lástima, o abate de árvores de forma irresponsável não tem limites, a saúde ressente-se, o ambiente é o que vemos e sofremos todos. Porém, depois da fracassada tentativa de plantar palmeiras por todo o lado, e muito caras, que agora já não existem, seria bom que esta nova campanha fosse acompanhada pela devida divulgação e discussão. Há que saber-se que tipo de plantas são colocadas em cada região e porquê, as suas valências paisagisticas, a interacção com o resto da vegetação, com os animais presentes, os insectos sobretudo, com o movimento dos ventos, a incidência solar, etc.. Mas nada nos é dito, como sempre. Porém, pagamosO Presidente da República, João Lourenço, deu, ontem, o exemplo, ao juntar-se à campanha de plantação de árvores. O nosso país está a ficar deserto, as cidades são uma lástima, o abate de árvores de forma irresponsável não tem limites, a saúde ressente-se, o ambiente é o que vemos e sofremos todos. Porém, depois da fracassada tentativa de plantar palmeiras por todo o lado, e muito caras, que agora já não existem, seria bom que esta nova campanha fosse acompanhada pela devida divulgação e discussão. Há que saber-se que tipo de plantas são colocadas em cada região e porquê, as suas valências paisagisticas, a interacção com o resto da vegetação, com os animais presentes, os insectos sobretudo, com o movimento dos ventos, a incidência solar, etc.. Mas nada nos é dito, como sempre. Porém, pagamos

leave a reply