Religiosos exortados a orar para o fim da criminalidade

O bispo da Igreja de Nosso Senhor Jesus Cristo no Mundo(Os Tocoistas), Dom Afonso Nunes, exortou os fi éis da congregação que dirige a orarem para o fi m da criminalidade que assola algumas cidades, com realce para Luanda, a capital do país. O prelado, que falava numa homilia que serviu para relançar a campanha de Natal Solidário para os mais desfavorecidos, baseou o seu apelo no livro bíblico dos Salmos, capítulo 127, versículo 1. Este salmo diz que “se o Senhor(Deus) não guardar a cidade, em vão vigia a sentinela”, daí a necessidade de se suplicar para que o trabalho das autoridades competentes no combate à criminalidade tenha mais efi cácia, disse.

Nos últimos tempos, a onda de criminalidade no pais tem vindo a registar números assustadores, que consistem em assaltos à mão amada, roubos, furtos, raptos e violações. Durante a homilia, o bispo disse ser necessário orar não só para a segurança das cidades e dos cidadãos, mas também para aqueles que estão no mundo de crime para que deixem de praticar actos repugnantes contra os seus semelhantes. Dom Afonso Nunes insistiu na oração para que haja mais proteção divina, acreditando que apesar do esforço das autoridades, a onda de criminalidade só será banida com a intervenção de Deus. Natal solidário Por outro lado, respondendo ao apelo do Natal Solidário, uma prática habitual desta congregação, O PAIS apurou que a igreja continua a receber várias toneladas de bens diversos, entre alimentos, roupas, calçados, utensílios de cozinha e outros, para acudir a situação dos mais necessitados.

Parte destes bens destinaser- ao a algumas populações do Sul de Angola, com realce para a Huila, Namibe, Cunene e Cuando Cubango, afectadas com uma seca severa há muitos anos. Uma fonte ligada à organização avançou que até ao momento, os fi éis continuam a levar os bens ao sector social da igreja, garantindo que o que se pretende com esta acção solidária, não só festejar condignamente o natal, mas também continuar a ajudar os que precisam de uma mão caridosa. Refi ra-se que, no campo social, a igreja tocoista tem estado a investir na área da educação, saúde e comunicação social. Presentemente, possui um Instituto Superior Politécnico, Escolas do Ensino Médio, vários postos médicos nas províncias e projecta a construção de uma clinica com mais de 200 camas, em Luanda, a partir do próximo ano. No campo da comunicação social possui uma radiodifusão, uma televisão interna em circuito fechado e brevemente vai inaugurar uma rádiodifusao regional na província eclesiástica do Waku Kungu, no Cuanza-Sul.

error: Content is protected !!