Igreja Católica prevê reabilitar internatos

Igreja Católica prevê reabilitar internatos

Nos projectos constam a reabilitação e ampliação de lares nos municípios do Lubango, Humpata, Chibia, Quilengues, Caluquembe, Quipungo, Chicomba e Matala, com capacidade para 3 mil pessoas, assim como a construção de centros profissionais e postos de saúde. Segundo o arcebispo metropolita do Lubango, Dom Gabriel Mbilingi, que falava durante o Fórum de Investimento Social Auto-sustentável e Filantropia Comunitária, espera-se pelas respostas dos parceiros, em termos de apoios financeiros, para o início das obras. Informou que actualmente recebem algum pessoal nos referidos espaços, mas estão condicionados por inadequação da acomodação para crianças e adolescentes, assim como alimentação, entre outras necessidades, reduzindo a ocupação a 50 % da capacidade real.

Dom Gabriel Mbilingi referiu que pretendem incluir, nos lares, infra-estruturas ligadas aos sectores agro-industrial, pescas, energias renováveis, saúde, educação técnico-profissional e habitação social.
Salientou que a meta é diminuir os índices de pobreza, proposto pelo governo angolano por meio da diversificação da economia.

Por sua vez, o director do Gabinete da Cultura, Turismo, Juventude e Desportos, Osvaldo Lunda, destacou a necessidade de todos unirem-se no reforço da parceria entre as instituições, sem que esteja envolvido o Estado, directamente, em acções ligadas ao desenvolvimento da comunidade.

“É uma obrigação do Estado, mas por via da filantropia podem e devem ajudar os que mais necessitam. Se cada um fizer a sua parte, onde estiver, podemos ajudar a melhorar”, destacou. O encontro serviu para que a igreja apresentasse os seus projectos aos actores sociais que pretendem ajudar, com financiamento, para concretizar o desiderato.