Falta de verbas deixa Selecção Nacional sem treinador

O presidente da Federação Angolana de Patinagem (FAP), Hirondino Garcia, afirmou ontem que a falta de verbas está a condicionar a contratação de um novo treinador para assumir os destinos da Selecção Nacional, visando os próximos compromissos em 2020. Em declarações a  OPAÍS, Hirondino Garcia fez saber que a situação financeira da Federação não é das melhores. De acordo com aquele dirigente, a Federação tem enfrentado imensas dificuldades, uma vez que, neste ano, não recebeu orçamento do Ministério da Juventude e Desportos (MINJUD). Para minimizar a situação, Hirondino Garcia salientou que o seu elenco tem tirado uma parte do seu salário para manter a Federação “em pé”. O dirigente afirmou que o órgão reitor da modalidade só pensará no substituto de Fernando Fallé, tão logo a situação estiver resolvida. Se a situação se mantiver até à altura em que a Selecção Nacional estiver prester a participar numa prova em 2020, a FAP irá solicitar apoios financeiros junto de entidades privadas. “A situação não é boa, porque o país está a enfrentar uma fase difícil. Vamos apenas pensar num substituto tão logo surgirem os apoios financeiros”, afirmou o dirigente.

error: Content is protected !!