Pelo menos 43 mortos em incêndio numa fábrica em Nova Deli

Foi preciso enviar 25 camiões de bombeiros para controlar o incêndio que deflagrou numa fábrica de malas na capital indiana, segundo o Público

Pelo menos 43 pessoas morreram e 16 ficaram feridas ontem, Domingo, num incêndio em Nova Deli, Índia, que deflagrou de madrugada numa fábrica têxtil, onde dormiam vários trabalhadores. Desconhecem-se as causas, mas as chamas, que terão começado por volta das 5h30, espalharam- se rapidamente devido à quantidade de matéria-prima no edifício de seis andares onde se produziam vários tipos de malas.

Os bombeiros conseguiram resgatar 59 pessoas ainda com vida, embora algumas não tenham sobrevivido aos ferimentos. Em declarações a jornalistas da AFP no local, o chefe dos bombeiros de Nova Deli, Sunil Choudhary, explica que foi muito difícil percorrer as instalações do edifício, porque estava mal iluminado e cheio de material e mochilas. A localização da fábrica, entre os becos e ruelas no mercado de Azad, também dificultou a assistência. Ao todo, os bombeiros dizem que foi preciso enviar 25 primeicamiões tanque para travar as chamas. O primeiro-ministro indiano Narendra Modi descreveu o acidente como “extremamente horrível”.

Numa publicação no Twitter, o político expressa as suas condolências e deseja uma “recuperação rápida” para os feridos. Muitas das fábricas em grandes cidades indianas estão localizadas em pequenos quarteirões, lotados, onde as rendas são mais acessíveis. É frequente os espaços alojarem os trabalhadores migrantes que poupam dinheiro ao viver no local de trabalho. Muitas vezes, a falta de organização neste tipo de espaços, bem como a falta de reforço de medidas de segurança pelas autoridades está na origem dos acidentes

error: Content is protected !!