Você sabe o que pode desencadear a unha encravada?

Suely L S Gamarano

Quem teve jamais quer repetir a experiência. Os que nunca passaram pela situação, tremem com a ideia de sentir aquela dor de que só ouvem sobre nos relatos. Mesmo tomando conta apenas de um cantinho do corpo, uma unha encravada tem o poder de tirar toda a paciência de quem a carrega. O problema, inclusive, tem nome próprio: onicocriptose. Esse palavrão dá conta daquele momento em que — por motivos variados — a unha cresce de forma a entrar na pele do dedo. “O dedão do pé é o mais afetado, mas qualquer unha pode ser lesionada” Uma das razões mais comuns é o corte malfeito. O indicado é que a unha sempre seja cortada em linha reta. Caso ela seja tirada arredondando os cantos, há quase certeza de que irá encravar. Principalmente naqueles que têm predisposição, que terão de cuidar dos dedos com ainda mais atenção. Pessoas com limitações visuais e mesmo unhas grossas podem tornar o corte mais difícil, ocasionando o aparecimento da unha encravada. Mais comumente, essa pressão é causada por sapatos muito apertados ou largos. Se você caminha com frequência ou participa de corridas, até mesmo um sapato um pouco mais apertado pode causar esse problema. Algumas deformidades do pé ou dos dedos também podem colocar pressão extra no dedo. Algumas pessoas nascem com unhas curvadas e que tendem a crescer para baixo. Outras têm unhas muito grandes em relação aos dedos. Friccionar o dedo ou outras lesões também pode levar à unha envcravada. Consulte um podologo se você:Não conseguir cortar a unha encravadaTiver dor severa, vermelhidão, inchaço ou febreSe você tiver diabetes, dano ao nervo da perna ou pé, má circulação sanguínea no pé ou infecção ao redor da unha. O podologo provavelmente fará uma série de perguntas, tais como:Você sente dores na região da unha?Você usa calçados muito apertados?Você já teve unha encravada antes? Com que frequência você corte as unhas dos pés? Quais outros sintomas você tem? Se você tiver diabetes, dano ao nervo da perna ou pé, má circulação sanguínea no pé ou infecção ao redor da unha, consulte o podologo imediatamente. Não tente tratar o problema em casa. Complicações possíveis em casos sérios de unha encravada, a infecção pode se espalhar pelodedo e chegar até o osso. Procure resolver esse problema o mais rápido possível e evite complicações indesejadas. Unha encravada tem cura.O tratamento geralmente controla a infecção e alivia a dor. No entanto, a situação pode retornar se não forem tomadas medidas de prevenção. Bons cuidados com os pés são importantes para evitar a recorrência. Essa situação pode se tornar grave em indivíduos com diabetes, má circulação e problemas nos nervos (neuropatias periféricas) Previna-se:Use sapatos confortáveis, eles devem oferecer bastante espaço ao redor dos dedos. Sapatos usados para caminhar rapidamente ou correr devem ter bastante espaço também, mas não devem fi car largos. O mais importante, corte sempre as unhas do pé para evitar possíveis novas unhas encravadas.

error: Content is protected !!