MPLA reitera transparência na execução do PIIM

O primeiro secretário provincial do MPLA na Lunda-Norte, Ernesto Muangala, reiterou no Sábado, 14, o apelo aos administradores municipais no sentido de executarem com transparência, responsabilidade e patriotismo o Programa Integrado de Intervenção nos Municípios (PIIM), visando a satisfação das necessidades do povo

O político fez este apelo na II reunião ordinária do partido, sublinhando que a transferência na gestão dos valores disponibilizados a cada município deve começar a reflectir-se no concurso público. Para a província da Lunda- Norte estão disponíveis 19 mil milhões, 14 milhões, 390 mil, 677 kwanzas, para execução de 53 projectos, consubstanciados em construção de escolas, unidades sanitárias, vias estruturantes e melhoria do saneamento básico, entre outros. Durante a reunião, os membros do comité provincial apreciaram e aprovaram o relatório das actividades desenvolvidas este ano, programas para o 2020, assim como o parecer das comissões de disciplina e auditoria. Foram informados sobre o PIIM, concurso público de ingresso para os sectores da Educação e da Saúde, o recadastramento dos antigos combatentes e veteranos da pátria e do Orçamento Geral do Estado (OGE/2020) para província da Lunda-Norte. O MPLA na Lunda-Norte conta com 223.785 militantes, enquadrados em 2.747 comités de acção e 278 sectores.

error: Content is protected !!