Unicargas realiza festa de Natal voltada para a preservação do meio ambiente

Unicargas realiza festa de Natal voltada para a preservação do meio ambiente

A empresa unicargas -E.P realizou, ontem, em Luanda, uma festa de “Natal ecológico” com mais de 300 crianças. o principal objectivo foi mostrar a importância dos materiais recicláveis e da preservação do meio ambiente

Por:Patrícia de Oliveira

Actividade teve lugar no Club de Caçadores, no bairro Miramar, e contou com diversas brincadeiras, aprendizado e distribuição de brinquedos aos filhos dos funcionários da empresa e não só. No local, várias empresas expuseram produtos feitos com materiais recicláveis, nomeadamente pulseiras, brincos, bolsas, fruteiras, cofres, vasos, cestos, tapetes e laços para o cabelo. O director Comercial e de Marketing da Unicargas, Joaquim Piedade, salientou que neste ano a empresa resolveu associar a festa de Natal e boas práticas de comportamento ecológico. “Queremos que os funcionários da Unicargas incentivem os familiares a separar o material reciclável para o surgimento de novos produtos e ainda ajudar a preservar o ambiente”, disse. Segundo o responsável, durante a actividade, as crianças tiveram contacto com produtos feitos de materiais recicláveis e receberam informações de como tratar dos plásticos, latas e papel.

Por sua vez, o presidente da Associação Nação Verde, Nuno Cruz, acredita que é preciso sensibilizar as crianças para cuidar do meio ambiente a começar pela separação de produtos recicláveis. “Trouxemos uma temática importante, que são os benefícios da plantação de árvores e como tratar dos resíduos recicláveis, principalmente no período da quadra festiva”, explicou. Em seu entender, a falta de informação de como preservar o meio ambiente provoca o aglomerado de grandes quantidades de resíduos sólidos nas comunidades. Nuno Cruz disse ainda que, no próximo ano, a sua organização almeja trabalhar com as escolas, organizando palestras, de modo a transmitir a educação ambiental às crianças. Acrescentou também que os principais males caudados pela falta de arborização são os efeitos nefastos causados pelas alterações climáticas e que para minimizar as consequências é preciso plantar cada vez mais árvores, afim de melhorar o meio ambiente.

Feira de produtos reciclados

A representante da empresa Nzamb’artes, Domingas da Piedade, referiu que trabalha com produtos recicláveis há um ano e consegue transformar muitos artigos com a sua arte. “Fiz a formação de artes e ofícios e aprendi a trabalhar com garrafas de plástico, retalhos de pano, cartolina e consigo transformar o lixo em produtos de luxo”, disse, sorrindo. Para ela, é importante preservar o meio ambiente com a diminuição do lixo e apostando em novos artigos. “Gostaria que os produtos reciclados fossem mais valorizados porque gastamos tempo e dedicação para criar uma nova peça”, desabafou. Domingas da Piedade trabalha com pacotes de sumo e de leite, frascos vazios de maionese e cabos eléctricos. Ao seu lado encontramos a artesã Soleima Gonga, que cria artigos com palitos de picolé, tal como árvores de Natal, vasos, cofres, porta-lápis, entre outros produtos. “Muitas vezes sou convidada para expor os produtos em festas de chá de bebé e chá de panela”, explicou. Para transformar peças com palitos de picolé, a artesã usa cola, papel higiénico, cartolina e plástico