Académica do Lobito trabalha desfalcada

Académica do Lobito trabalha desfalcada

Os lobitangas preparam o jogo de amanhã, às 15:00, diante do Petro de Luanda no Estádio Nacional de Ombaka, sem o habitual titular no centro da defesa, Libero, atleta que contraiu uma lesão na derrota, por 0-3, frente ao 1º de Agosto

Por:Mário Silva

O director-geral da Académica do Lobito, Duarte Esquerdinho, confirmou, ontem, a O PAÍS que o defesa-central, Libero, contraiu uma lesão na visita ao 1º de Agosto, Domingo, e poderá falhar o jogo de amanhã, às 15:00, diante dos tricolores no Estádio Nacional de Ombaka, em partida de acerto de calendário da 14ª jornada do Girabola Zap. Duarte Esquerdinho explicou que o departamento médico do clube está a trabalhar afincadamente para recuperar o experiente defesa-central. O responsável assegurou que, se o atleta não estiver apto, o treinador Águas da Silva já tem solução para colmatar a sua ausência. O antigo jogador avançou que a ‘boa nova’ para a família lobitanga é o regresso do guarda-redes, Nsesane. O “keeper” esteve ao serviço da Selecção Nacional sub- 20 na Taça Cosafa, prova em que os Palanquinhas terminaram na terceira posição.

Duarte Esquerdinho disse ainda que a sessão de treinos está a decorrer animada, pois o grupo já esqueceu a derrota por 0-3, sofrida no Domingo frente ao 1º de Agosto, líder da prova com 33 pontos. “Na verdade, estamos a trabalhar, de forma a regressar às vitórias, porque o objectivo é vencer todas as partidas em casa e diante dos tricolores não vamos fugir à regra”, frisou o director-geral. Questionado quanto à excelente campanha, o nosso intercolutor felicitou os atletas, equipa técnica e os adeptos, porque o mesmo acha que está a ser possível graças ao esforço de todos. “O terceiro lugar onde nos encontramos com 25 pontos é merecido pelo que temos feito, mas o objectivo que a direcção traçou é a permanência. Estamos a trabalhar para concretizar esta pretensão”, revelou Duarte Esquerdinho.

Petro obriga Académica a trocar de recinto

O director-geral dos lobitangas, Duarte Esquerdinho, avançou que o jogo de amanhã diante do Petro de Luanda será disputado no Estádio Nacional de Ombaka, porque no Buraco há poucas condições de segurança. “Para os desafios que consideramos de alto risco levamos sempre para Ombaka, lá os agentes da Polícia Nacional e os outros serviços de segurança conseguem fazer melhor o seu trabalho”, esclareceu. Para aquisição de bilhetes, Duarte Esquerdinho explicou que há uma empresa contratada para efectuar a comercialização dos ingressos, e outros aspectos organizativos.