Filho de António Dembo “contestado” na vice-presidência da UNI TA

Filho de António Dembo “contestado” na vice-presidência da UNI TA

Tal como aconteceu com a nomeação de Raúl Danda, o novo 2.º vice-presidente da UNITA enfrenta interrogações sobre a sua nomeação. O irmão diz tratar-se de mérito e não de favores pelo nome

Por:Ireneu Mujoco 

A informação foi prestada a OPAÍS pelo seu irmão Isaías (Jeff) Dembo que se mostrou inconformado com a contestação, caso já reportado à direcção da UNITA. Segundo a fonte, a indicação de Simão Dembo não representa qualquer recompensa pelos feitos do seu pai, António Dembo, que até à morte, por doença, no Moxico, em 2002, era o vice-presidente deste partido, como afirmam algumas figuras da UNITA.

Isaías Dembo afirmou que alguns contestatários, que disse estarem identificados, afirmam ainda que, com a nomeação do filho varão do antigo vice-presidente da UNITA, a família Dembo volta a “resgatar” o seu lugar, que já tinha sido ocupado por Ernesto Mulato e Raul Danda, de 2003 a 2019, 16 anos depois da realização do primeiro congresso extraordinário no pós-Jonas Savimbi. “Nós não resgatamos nenhum lugar. Dentro da UNITA não existem lugares cativos e a família Dembo nunca deteve lugares vitalícios, e antes do nosso pai ser nomeado vice-presidente, tinha sido o engenheiro Jeremias Chitunda”, explicou Jeff Dembo.

Ele, que é também membro da direcção da UNITA, disse ainda que mais do que contestar a nomeação do seu irmão, os contestatários pretendem ofuscar o mandato do mesmo por “fins inconfessos”. Acrescentou que, apesar da idade, Simão Dembo (na casa dos 40 anos), “… não é assim tão novo” que não esteja em condições de corresponder às expectativas de quem o nomeou e da própria UNITA. Explicou que ele já ocupou vários cargos no seio desta organização, sendo que o seu desempenho e dedicação ao trabalho granjearam a admiração e simpatia por parte da antiga e da nova direcção, daí a sua escolha para o novo cargo. Apesar de se tratar de maior responsabilidade que pesa sobre os ombros do seu irmão, Jeff Dembo acredita que Simão Dembo não vai defraudar quem o indicou para este cargo.

Sem privilégios

Em conversa com este jornal, informou que, apesar dos cargos que o seu pai ocupou na UNITA até chegar a vice-presidente, os seus parentes, com realce para os filhos, nunca tiveram tratamento privilegiado e nem tratamento diferenciado em relação a outras pessoas. Exemplificou que, desde sempre, estudaram nas mesmas escolas que os filhos de outros dirigentes da UNITA, tanto nas matas, quanto nas cidades e no estrangeiro, onde ainda outros estão em formação académica.

Uma fonte próxima do gabinete do líder da UNITA, que não quis identificar-se, confirmou a informação, mas minimizou-a, realçando não ter muita importância. Este não é o primeiro caso em termos de contestação a vice-presidentes da UNITA, sendo que a nomeação de Raul Danda, o anterior, também terá levantado muitas interrogações nos corredores do próprio partido. O Presidente da UNITA não respondeu à solicitação de OPAÍS para comentar este assunto.