Casal Presidencial festeja Natal com crianças

O Mais de 350 crianças provenientes de sete lares de acolhimento festejaram, nos jardins do Palácio Presidencial, o Natal, na companhia do Presidente e da Primeira- Dama da República

Texto de Neusa Filipe
fotos de Daniel Miguel

O Casal Presidencial, João Lourenço e Ana Dias Lourenço, abriu, ontem, as portas do Palácio para um momento de convívio e de partilha com crianças provenientes de diferentes lares de acolhimento. O evento, denominado Natal Especial da Criança, já é uma tradição nas vésperas do Natal, o Palácio Presidencial abre as suas portas para receber, essencialmente crianças desprotegidas que vivem em lares de acolhimento, para algumas horas de confraternização.

Na ocasião, a Primeira-Dama da República, Ana Dias Lourenço, referiu que para este ano o tema escolhido foi a valorização da família, ilustrada num cenário denominado Roda do Amor. A Primeira-Dama avançou que o propósito da Roda do Amor é demonstrar o que é importante para uma família e para uma criança crescer saudável, confraternizando com respeito, humildade, responsabilidade e solidariedade. Ana Dias Lourenço aproveitou a ocasião para desejar às crianças e à família angolana, um feliz Natal e próspero Ano Novo. “Gostaria de desejar, em meu nome e em nome de todas as crianças, um abraço fraternal, de amizade, de mãe e amiga, para todas as crianças de Angola, um Natal feliz em família, e que tenham esperança para um Ano Novo melhor. É preciso ter fé e acreditar que é necessário trabalharmos em conjunto para fazer Angola crescer”, disse. O momento foi marcado por muita diversão, brincadeiras e lanches. No final, o Casal Presidencial brindou cada criança com presentes.

Um momento especial para as crianças

Delfina Félix, uma das responsaveis do Lar de Acolhimento Pequena Semente, levou trinta crianças ao Palácio Presidencial e disse representar um momento muito especial para cada criança. “Sendo crianças órfãs e abandonadas, sentiram-se muito felizes ao saberem que existem pessoas que se interessam por elas, que as amam apesar de terem sido abandonadas pelos seus parentes”, salientou. O Lar Kuzola foi representado por cinquenta crianças. A responsável, Elisa Sampaio, engrandeceu o momento alegando que ficará marcado na memória de cada criança que lá esteve. O Lar Kuzola é o único lar de acolhimento público em Luanda. Com capacidade para acolher 250 crianças, alberfa actualmente com mais de 350 crianças. O Lar Santa Isabel também marcou presença com quarenta crianças.

error: Content is protected !!