Presidente da FAJ nega desvio de fundos

Presidente da FAJ nega desvio de fundos

O vice-presidente da Federação Angolana de Judo (FAJ), Paulo Jorge, afirmou, ontem, a este jornal que manteve uma conversa com o líder do órgão reitor da modalidade, Paulo Nzinga, tendo este negado as acusações que pesam sobre si, no que diz respeito ao desvio de fundos da Federação para fins pessoais. Paulo Nzinga, em conversa com o vice-presidente da FAJ, disse que, em nenhum momento desviou fundos da Federação, uma vez que sempre esteve comprometido com o desenvolvimento da modalidade no país. O líder da Federação afirmou também que não tem receio de levar o assunto às barras do tribunal, acreditando que é inocente. Em declarações a OPAÍS, Paulo Jorge mostrou-se surpreendido com as declarações daquele presidente, uma vez que não correspondem à verdade, disse. Aliás, Paulo Nzinga não detém, neste momento, o relatório de contas que confirmem o destino das verbas durante a época desportiva 2018/2019.

“Conversei com ele e negou ter desviado verbas. Não estamos preocupados. Temos as provas”, disse Paulo Jorge. Este jornal procurou entrar em contacto com o presidente Paulo Nzinga, de modo a confirmar as declarações de Paulo Jorge, mas sem sucesso, porque não atendia o telemóvel.