Miss Ingombota representa Angola no concurso “Património Mundial” no Vietname”

Chiuca José, de 22 anos de idade, que recebeu como prémio uma bolsa de estudos interna, vai representar o país no concurso internacional “Miss Património Mundial, a ser realizado em Maio de 2020, no Vietname, pelo êxito conquistado no Miss Distrital das Ingombota

Por:Antónia Gonçalo

A concorrente Chiuca José, de 22 anos de idade, estudante do primeiro ano no curso de Ciências Económicas e Jurídicas foi eleita na madrugada de Domingo, 22, Miss Ingombota 2019 diante de 13 candidatas, num evento realizado no Palácio de Ferro em Luanda A Miss que recebeu como prémio uma bolsa de estudos interna, vai representar o país no concurso internacional “Miss Património Mundial, a ser realizado em Maio próximo, no Vietnam, pelo êxito conquistado no Miss Distrital das Ingombota.

A iniciativa surgiu através de parcerias tidas com a Inglaterra, Brasil e Portugal, e outros países, possibilitando troca de opiniões, tendo culminado com o convite para representar o país naquele evento, conforme contou o presidente do Comité Miss Ingombota, Valdemar Júnior. O convite deve-se também ao programa de formação que as jovens mulheres beneficiam, que o comité realiza há três anos, no domínio do aprendizado da Língua Nacional Kimbundu, linguagem gestual, ética, etiqueta, gramática, dança, expressão corporal e aulas de passarela durante três meses.“Nesse tempo de formação procuramos fazer com que a cultura africana, em particular a Bantu, angolana, esteja em destaque na formação das meninas. O objectivo é que elas estejam mais preparadas em relação às suas mais directas oponentes. Este é o primeiro passo, para dar o pontapé de saída, para que o país esteja presente neste concurso”, enfatizou.

Satisfação

Por sua vez, a Miss que que procedia a sua formação na província do Huambo, face ao concurso viu-se obrigada a trancar o ano, agradeceu ao corpo de jurado por tê-la escolhido, e prometeu dar o melhor de si para representar o distrito e o país nos vários eventos em que for chamada. “No meio de muitas candidatas fortes consegui realizar um sonho que há cinco anos venho tentando alcançar. Agradeço a Deus por ter conseguido e aos meus familiares e amigos pelo apoio”, enalteceu.’

Para além de dar continuidade ao projecto desenvolvido pelo comité, relacionado com o combate à prostituição, pretende desenvolver o seu trabalho ligado ao emponderamento feminino, com o objectivo de erradicar o preconceito. Os critérios para a selecção da Miss, como tem sido habitual nos concursos, esteve relacionado com o nível intelectual, a beleza, elegância e a etiqueta. O corpo de jurado esteve composto por sete individualidades, e foi presidido pelo empresário António Pedro.

Outras classificações

Neste concurso em que concorreram 14 candidatas, Branca Conceição, de 17 anos de idade, foi eleita Primeira-Dama de Honor e também Miss fotogenia ao passo que a Bako Pedro de 20 anos coube a eleição de Segunda- Dama de Honor. De acordo com o responsável do Conselho de Juventude de Luanda, as 10 finalistas beneficiarão, igualmente, de uma bolsa de estudos interna, uma orientação do Presidente de República, João Lourenço.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!