Corpo de bebé de cinco meses removido na via pública no Huambo

As autoridades policiais removeram, no último fimde- semana, o corpo de um bebé de, aproximadamente cinco meses, encontrado numa das vias terciárias no bairro da Calomanda, arredores da cidade do Huambo, somando dez casos de abandono de recém-nascidos em rios e lixeiras deste Junho deste ano. O facto consta no relatório do Comando da Polícia Nacional na província do Huambo enviado esta Terça-feira à ANGOP, sobre a situação delituosa na região no aludido período, no qual se pode ler que o corpo do recém-nascido foi, supostamente, depositado no local pela própria mãe, que se encontra em fuga, por razões ainda desconhecidas.

O caso, o décimo registado desde Junho, com o abandono de bebés em lixeiras e rios, alguns dos quais com vida e outros mortos, devido às condições em que foram expostos, abalou a população da localidade que condenou o acto bárbaro, por dizimar a vida de um inocente ainda em fase de formação. Perante tal facto, a Polícia Nacional reafirmou o seu compromisso de realizar diligências no sentido de encontrar a autora, para que seja responsabilizada pelo acto e, de igual modo, desencorajar práticas do género. Ao todo, o documento indica que durante o fimde- semana, foram registados 36 crimes de natureza diversa, contra os anteriores 48, que culminara na detenção de 42 cidadãos implicados no cometimento dos ilícitos criminais. Em alguns destes cidadãos, cujas detenção resultaram das denunciais da comunidade e das operações da Polícia Nacional, em coordenação com o Serviço de Investigação Criminal (SIC), foram-lhes retirados uma arma de fogo, 15 botijas de gás butano, um fogão, igual número de televisor e vários meios electrónicos e utensílios domésticos

error: Content is protected !!