Organização constata falhas no percurso da São Silvestre

Por:Kiameso Pedro

Uma delegação do Governo Provincial de Luanda (GPL), encabeçada pelo director do Gabinete da Juventude e Desportos, Manuel Gonçalves e membros da Federação Angolana de Atletismo (FAA), constataram ontem irregularidades no percurso da São Silvestre, corrida de fim-de-ano (10 km) que sai às ruas de Luanda no dia 31 de Dezembro, às 17:00. Mesmo faltando poucos dias para o tiro de largada, os mesmbros da delegação adiantaram que são falhas mínimas, pelo que serão ultrapassadas com maior rapidez. Nas próximas horas, os técnicos do GPL começam a trabalhar para tornar o percurso livre de qualquer sobressalto. Na Avenida Revolução de Outubro, no Prenda, há alguns buracos e águas negras dos esgotos que estão entupidos. Próximo do Estádio dos Coqueiros, palco do corte da meta, também foram vistos algumas falhas. Segundo os membros da delegação, amanhã será realizada a última vistoria ao percurso a partir das 19:00. O porta-voz da FAA, Joaquim Dombaxe, afirmou que a última vistoria servirá para verificar as zonas que carecem de iluminação pública. Joaquim Dombaxe disse que até Segunda-feira as condições já estarão garantidas ao longo do percurso. Na Segunda-feira, aquelas vias que estarão interligadas com o percurso da prova serão interditadas, logo no período da tarde. “Verificamos as zonas que poderiam impedir a realização da prova. Até amanhã já teremos tudo resolvido”, disse o dirigente. A corrida passará pelas avenidas Amílcar Cabral, Revolução de Outubro, Ho- Chi Min, Alameda Manuel Van-Dúnem, rua da Missão, Avenida 4 de Fevereiro, Largo do Kinaxixi, Baleizão, terminando no Estádio dos Coqueiros.

leave a reply