MCS coopera com operadoras para distribuição do sinal de TV

MCS coopera com operadoras para distribuição do sinal de TV

O MCS e o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação rubricaram protocolos com três operadoras de distribuição de sinal de televisão por assinatura: Multichoice, ZAP e TV Cabo, para que os seus subscritores beneficiem do acesso gratuito aos canais 1 e 2 da TPA mediante certas condições. Essa informação foi avançada ontem (Segunda-feira), em Luanda, pelo director nacional de Informação do MCS, Rui Vasco, durante uma conferência de imprensa, para apresentação desta medida prevista na Lei de Imprensa.

Explicou que os clientes destas operadoras podem ter o sinal gratuito dos canais 1 e 2 da TPA, por três meses, contra o pagamento da subscrição de um mês, desde que, à data de 01 de Novembro deste ano, tenham pelo menos seis meses de subscrição paga. Esclareceu que os clientes que aderirem aos serviços das operadoras após o dia 01 de Novembro do corrente, poderão ter acesso aos benefícios deste protocolo só após seis meses de subscrição.

Ressaltou que as regras de benefício do acesso gratuito aos canais de serviço público aplicamse ao pacote de menor preço de cada operadora. Por sua vez, o director-geral da TV Cabo, Francisco Ferreira, disse que, por meio do protocolo, foram criados mecanismos para oferecer aos clientes serviços públicos dos canais 1 e 2 da TPA.

Reconheceu que a medida tem custos para as operadoras envolvidas no protocolo, devido aos investimentos feitos para fazer chegar o sinal à casa dos clientes, mas essa questão foi acautelada com o MCS e o Ministério das Telecomunicações e Tecnologias de Informação, por tratar-se de um serviço social.

Já a directora do Gabinete Jurídico da Multichoice, Nair Pitra, afirmou que o acordo é para vigorar no sentido de beneficiar os clientes. Manifestou a sua satisfação com a assinatura do protocolo, visto que a Multichoice é uma empresa parceira estratégica do Governo angolano e está pronta a apoiar as iniciativas do Executivo.