Jovem de 20 anos morta na passagem de ano

Jovem de 20 anos morta na passagem de ano

Érica Patrícia Chambula Basílio, de 20 anos, foi morta à facada, na madrugada do dia 1 de Janeiro, na Ilha do Mussulo, quando resistiu a uma tentativa de violação sexual, que estava a ser perpetrada por um grupo de cinco jovens A Polícia Nacional, por meio do seu porta-voz Orlando Bernardo, confirmou, em conferência de imprensa, um caso de homicídio na Ilha do Mussulo, ocorrido por volta das 4h, no bairro Cambaxi, concretamente na zona da Bóia Amarela, de que é vítima uma jovem de 20 anos de idade.

Érica tinha saído da festa, em que comemorava o ano novo, para urinar na rua, porque as casas de banho do recinto estavam em péssimas condições de conservação. Ela e a amiga foram interpeladas por um grupo de jovens que as tentaram violar, mostraram resistência e isso resultou na morte por esfaqueamento. Apesar de a amiga ter-se posto em fuga e pedido socorro na festa, os golpes com faca foram profundos, na região do tórax.

Érica perdeu muito sangue e chegou já sem vida a Clínica Girassol. A Polícia também confirmou a detenção de cinco jovens, tidos como principais suspeitos, uma vez que os mesmos apresentavam sinais de sangue nas roupas. Dos jovens detidos, ninguém tem mais de 25 anos. Érica Basílio vivia na Inglaterra, onde estudava engenharia, veio a Angola gozar a quadra festiva na companhia dos familiares, tendo escolhido uma festa na ilha do Mussulo para a noite de passagem de ano.