Editorial: Não vão desistir

Editorial: Não vão desistir

O Estado angolano está no direito de empregar medidas duras para se proteger, tal como o fazem outros Estados do mundo. Há uma invasão que chama pelos esforços de todos os cidadãos, nomeadamente na questão do apoio à imigração ilegal. Se há cidadãos de outras paragens para os quais há a obrigação moral de acolher e proteger, uma destrinça clara deve ser feita daqueles que pretendam usar o país para o cometimento de crimes e para o saque das riquezas do subsolo, como denunciou a coordenação da Operação Transparência. O assalto às zonas diamantíferas não cessa, não desistem, provocando sérios prejuízos ao ambiente, à economia nacional e ao futuro. Nisto, os angolanos devem cerrar fileiras com as autoridades.