Violência no Darfur Ocidental do Sudão deixou 65 mortos, dizem as forças de paz

A violência na região de Darfur Ocidental do Sudão, na semana passada, deixou pelo menos 65 pessoas mortas e mais de 50 feridas, além de desalojar milhares, disse uma missão internacional de manutenção da paz na Sexta-feira

Os confrontos inter-comunitários que eclodiram em 29 de Dezembro foram os piores em Darfur Ocidental durante anos, embora os detalhes das baixas demorem a surgir. A violência representa um desafio para as autoridades militares e civis que compartilham o poder após o derrube do ex-presidente Omar al-Bashir em Abril passado. Eles estão a tentar mediar uma paz duradoura em Darfur e noutras partes do país afectadas por conflitos civis. A violência em Darfur Ocidental estourou após uma disputa entre grupos étnicos árabes e africanos na capital do Estado de el-Geneina. Milicianos árabes invadiram um campo de deslocados internos e atacaram, e queimaram várias aldeias, segundo os moradores.

A missão conjunta de manutenção da paz da União Africana e das Nações Unidas em Darfur, UNAMID, disse na Sexta-feira que estava profundamente preocupada com a “deterioração da situação humanitária e de segurança em el-Geneina e arredores”. O conflito espalhou-se em Darfur em 2003, depois de a maioria dos rebeldes não-árabes se terem levantado contra Cartum. As forças do governo e, principalmente, as milícias árabes que se mobilizaram para reprimir a revolta, foram acusadas de atrocidades generalizadas. Darfur Ocidental estava em grande parte calmo desde 2010, embora houvesse escaramuças ocasionais nos últimos três anos. Na Quinta e na Sexta-feiras, também houve confrontos no Leste do país, em Port Sudan, entre os grupos étnicos Beni Amer e Nuba, que deixaram oito pessoas mortas e dezenas de feridos, segundo um grupo de médicos locais. Os Beni Amer e os Nuba entraram em conflito no passado, mas assinaram um acordo de reconciliação em Setembro passado, após a violência que deixou pelo menos 16 mortos.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!