BNA disponibiliza USD 80 milhões esta semana

BNA disponibiliza USD 80 milhões esta semana

Os operadores do sector económico angolano contam esta semana (de 6 a 10 de Janeiro) com um volume de USD 80 milhões, a serem disponibilizados pelo banco central aos interessados por via dos leilões de divisas

Banco Nacional de Angola comunica através da sua página oficial na Internet que, na semana de 6 a 10 de Janeiro de 2020, terá disponível para venda de moeda estrangeira, o equivalente a USD 80.000.000 (oitenta milhões de dólares). O banco central esclarece ainda que a venda será por via de leilões de USD 40.000.000 (quarenta milhões de dólares). Segundo ainda o site do banco central, a comunicação prévia é uma das medidas em prol da me- Um dos avicultores benefiados com novos pintos na jornada de relançamento da actividade promovida pelo Ministério da Agricultura e Florestas no Cuanza-Norte aponta dificuldades na aquisição de ração como umas das principais ameaças à actividade na região.

Francisco Joaquim de Barros, criador que gere desde 2017 um aviário na área de Camuaxi, a 12 quilómetros de Ndalatando, com mais de mil galinhas com capacidade de produzir 300 ovos por dia, refere que actualmente gasta ente 500 e 800 mil Kwanzas por mês na aquisição de três toneladas de ração para manter a alimentação das aves. O aviário resultou de um investimento privado, inicialmente estimado em cerca de 3 milhões de Kwanzas que está a proporcionar oito empregos directos.

Salientou que, com estes apoios do Ministério da Agricultura, pretende aumentar a produção de ovos e o número de postos de trabalho. lhoria da prestação de informação ao mercado, promovendo-se a transparência e a manutenção de relações mais equilibradas entre consumidores e prestadores de serviços e produtos financeiros O Banco Nacional de Angola promete, igualmente, divulgar diariamente, na sua página institucional, a tabela das taxas de juro oferecidas pelos bancos comerciais para depósitos a prazo com maturidades de 30, 90 e 360 dias, respectivamente. Outra das medidas inovadoras do mercado cambial angolano neste início de ano é a venda directa de divisas das empresas petrolíferas aos bancos comerciais angolanos, processo iniciado Quinta-feira (02 de Janeiro), e que promete facilitar a normalização do mercado cambial nacional.

Na mesma senda, os bancos comerciais foram também orientados a não restringirem a movimentação das contas dos clientes em moeda estrangeira. O objectivo é normalizar o mercado cambial, com a redução da intervenção directa do BNA, aumento do número de participantes do lado da oferta e a dinamização do mercado cambial interbancário. As medidas que analistas consideram vir a impactar profundamento o sector económico neste inicio de ano, são decisões adoptadas a 29 de Novembro último pelo Comité de Política Monetária, o BNA cessa a aquisição de moeda estrangeira às companhias petrolíferas, devendo estas passar a vendê-las directamente aos bancos comerciais. O BNA decidiu também reduzir o limite da posição cambial dos bancos comerciais de 5% para 2,5%, com efeitos desde a semana passada.