Carta do leitor:Chuva e autarquias

Carta do leitor:Chuva e autarquias

As autarquias estão mesmo a fazer falta. Senti isso agora, com a última chuva de Luanda. Dois dias depois, via muitos homens na rua a limpar o asfalto, que estava todo ele tomado por areia em muitas partes de soas, o que permitiria respostas mais rápidas, as autarquias funcionariam mais responsabilizadas. Vejamos só quem fez o balanço, foi o governador, mas eu acho que em cada município o balanço deveria ser feito pelo seu administrador, ou autarca, acho que seria mais autêntico. Carlos António viços, os seus próprios mapas e a sua própria proximidade com as comunidades. Se os administradores fossem autarcas, de certeza que as coisas correriam melhor, embora deva reconhecer aqui que alguma coisa parece ter melhorado com a actuação do Governador Rescova. Além da proximidade e melhor comunicação com as pes- Luanda. Mas percebi que o ritmo não era como aquele que já vi em cidades europeias, por exemplo. Para mim, esta falta de ritmo, deriva do facto de o comando estar na Mutamba e não nos municípios de Belas, ou Talatona, por exemplo, que deveriam ter as suas próprias empresas ou ser viços, os seus próprios mapas e a sua própria proximidade com as comunidades. Se os administradores fossem autarcas, de certeza que as coisas correriam melhor, embora deva reconhecer aqui que alguma coisa parece ter melhorado com a actuação do Governador Rescova. Além da proximidade e melhor comunicação com as pessoas, o que permitiria respostas mais rápidas, as autarquias funcionariam mais responsabilizadas. Vejamos só quem fez o balanço, foi o governador, mas eu acho que em cada município o balanço deveria ser feito pelo seu administrador, ou autarca, acho que seria mais autêntico.

                                              Por:Carlos António