Três vítimas de mina em estado preocupante

Três vítimas de mina em estado preocupante

Três dos cinco pacientes internados no Hospital Geral da Lunda-Sul, vítimas de explosão de uma mina, em Cacolo, apresentam um quadro clínico preocupante revelou ontem, Segunda-feira, à imprensa o director do Gabinete Provincial da Saúde, António viegas

O incidente ocorreu na via que liga a sede do município de Cacolo à comuna do Alto Chicapa, a cerca de 17 quilómetros do bairro Sayema, quando um veículo de marca Toyota Land-Cruiser, com 13 pessoas, accionou uma mina que se presume ser anti-tanque, tendo causado cinco mortos e oito feridos graves. Fez saber que os médicos e enfermeiros do hospital contam com a colaboração de uma equipa de saúde da enfermaria militar. O motorista da viatura, Moisés Coneia, de 29 anos de idade, explicou que o incidente ocorreu num local que tinha sido terraplanado e usado por muitos automobilistas e população em geral. Devido à chuva, a viatura atolou e, na tentativa de acelerar, desviou- se do trilho e accionou a mina, disse, lamentando a falta de sinalização sobre a existência de engenhos explosivos na zona. O governador da Lunda-Sul, Daniel Neto, visitou ontem os pacientes, manifestando a sua solidariedade.