União Kiela quer quebrar “jejum” confiante na vitória do Entrudo luandense este ano

União Kiela quer quebrar “jejum” confiante na vitória do Entrudo luandense este ano

Regressar à galeria dos vencedores do Carnaval de Luanda, onde já figura com cinco títulos, é o que ambiciona a comandante do grupo União Kiela do Sambizanga. Porém, acredita que tal só será possível se os vícios ligados à corrupção no seio da organização acabarem

Jorge Fernandes
fotos de Virgílio Pinto/Arquivo

O Regressar à galeria dos vencedores do Carnaval de Luanda, onde já figura com cinco títulos, é o que
ambiciona a comandante do grupo União Kiela do Sambizanga. Porém, acredita que tal só será possível se
os vícios ligados à corrupção no seio da organização acabaremgrupo União Kiela abre o desfile principal do entrudo luandense confiante na victória. Embora se sintam injustiçados pelas posições alcançadas nas quatro últimas edições, o novo paradigma de combate à corrupção deverá ser acatado também pela organização do evento e se tal se efectivar, a vitória na fugirá das hostes do Sambizanga. O preâmbulo é da comandante do grupo, Maravilha dos Santos, que falava à reportagem de OPAÍS à propósito do estado anímico do colectivo, que tem a missão, este ano, de abrir o desfile principal do Carnaval de Luanda a 25 de Fevereiro, conforme ditou o sorteio realizado o ano passado.

Neste momento, o grupo está em preparação e a procura de apoios para uma performance exitosa na Marginal da Praia do Bispo: Entretanto, as respostas ainda não são animadores face ao actual momento de recessão económica que o país atravessa, nem mesmo o apoio institucional do Governo Provincial foi recebido. “Estamos a trabalhar, confiantes num trabalho exitoso, batemos algumas portas e esperamos, muito brevemente, receber as respostas. Alguns patrocínios nos foi retirado em função do actual momento, do Governo Provincial também não temos ainda União Kiela quer quebrar “jejum” confiante na vitória do Entrudo luandense este ano nada.

Ainda assim, mantemo-nos unidos e esperançosos”, desabafou. Todavia, o ano passado na sua temática o Kiela abordou sobre as injustiças de que diz ser alvo pelos lugares que tem vindo a alcançar. Este ano, os espectadores deverão ouvi-los ao “ataque” aos corruptos, pois segundo acusa, há corrupção no Carnaval luandense, mas ainda assim mantêm- se confiante na vitória. “Algumas coisas estão a mudar e acreditamos que os júris viciados hão-de, igualmente, mudar de comportamento. Temos sido injustiçados e senti isso na pele. Por isso, vamos atacar os corruptos na organização do Carnaval de Luanda, onde temos estado a ter lugares arranjados e não propriamente o que nos é merecido”, justificou.

Novidades

Por outro lado, Maravilha dos Santos fez saber que o grupo continua a inovar e, este ano, o público e concorrentes deverão ver e ouvir um grupo mais dinâmico, mantendo a sua originalidade. Entretanto, há segredos que só serão revelados em pista. “Obviamente não podemos dar o ouro ao bandido. Garanto que teremos novidades, e com o dinamismo que nos é caracterizado, nos dá a confiança para uma apresentação ao nível daquilo a que habituamos os apreciadores do Kiela”, advertiu.

O grupo

Considerado um dos lendários do Carnaval de Luanda, o grupo União Kiela pertence ao actual distrito urbano do Sambizanga e foi fundado a 1 de Janeiro de 1948. A dança e a música Semba são as identidades da formação que aposta nas cores amarela, vermelha e preta na indumentária. Ao longo de 36 participações, sagrou-se vencedora em cinco ocasiões, designadamente, 1985,1986, 1989, 1990 e 2009, respectivamente.

Desfile

central No dia 25 de Fevereiro desfilam por essa ordem: União Kiela, União 10 de Dezembro, União Jovens da Cacimba, União Recreativo do Kilamba, União 17 de Setembro, União Operário Kabocomeu, União Kazukuta do Sambizanga, União Domant, União Mundo da Ilha, Amazonas do Prenda, União Café de Angola, União Njinga a Mbande e o União 54, seguidos dos blocos de animação.