Escola Superior Politécnica do zaire com fraca adesão de candidatos

As inscrições para o ingresso na escola Superior Politécnica do Zaire, em M’banza Kongo, abertas na última Quinta-feira, 2, registaram até ontem, Terça-feira, apenas 20 candidaturas

POR: Angop

Em declarações à Angop, o director-geral da instituição, João Marciano, disse não encontrar explicações para essa situação, pelo que teme que as 325 vagas disponíveis não sejam preenchidas até ao dia 11, altura prevista para a o fim do período de inscrições.

A escola ministra cursos superiores de Física, Química, Matemática, Psicologia e Gestão de Empresas. Lembrou que, no ano lectivo 2019, a instituição disponibilizou 570 vagas, mas apenas 400 foram preenchidas. Para o presente ano lectivo, as vagas estão distribuídas em 250 para o período regular e 75 no pós-laboral. Estão disponíveis 60 vagas para o curso de Ensino de Psicologia, 55 de Matemática, 65 de Física, 100 de Gestão de Empresa e 55 de Química.

Aberta em 2010, a Escola Superior Politécnica do Zaire já lançou no mercado de trabalho 474 licenciados. Está inserida na III Região Académica da Universidade 11 de Novembro, com sede em Cabinda, tal como o Instituto Superior Politécnico do Soyo, que ministra cursos nas áreas das engenharias, fundamentalmente.

error: Content is protected !!