“Espaço D’Arte” acolhe performance de estudantes e professores do ISART

“Espaço D’Arte” acolhe performance de estudantes e professores do ISART

“The Bunker 2 – Operação Sky One” e “Entre as Águas” são os títulos de duas mostras colectivas sob a chancela de estudantes e professtores do Instituto Superior de Artes (ISART), afectos ao curso de artes visuais, patentes no “Espaço D’Arte”, em Luanda. O projecto é uma aliança com o ISART, como refere o chefe de Departamento de Artes Plásticas da instituição, Rómulo Rosa, como sendo uma apresentação da segunda promoção já exibida anteriormente no Memorial Agostinho Neto, em que participam 11 estudantes finalistas.

Trata-se de Nefwani Júnior, Miguel Maiamona Fernando (Miguel Digno), Pedro Geraldo Maconde (Pedro Maya), Vuando Diogo Santa Adão (El_Paskera), Érica Ricardina Quissanga Luzano (Dinna Luzano), Sevetania J. Pereira Kissanga (Sevetania Kissanga). Integram ainda o leque de estudantes Adão Evaristo Cavota, Cesário Nguia Kassandeca (Evandro Kassandeca), Rafael José dos Santos, Isabel Lulengue Landama (Isabel Landama), e Sebastião Joaquim N’debela Cassule (Don Sebas Cassule) Os estudantes finalistas do curso de Artes Visuais apresentam a interação de “The Bunker” que ficou patente em Novembro e Dezembro do ano transacto.

Rómulo Rosa adianta que não podia existir melhor data para este encontro de todos com a arte jovem e pujante que está a desenvolver-se hoje. “Esta segunda onda de finalistas tenta reafirmar a possibilidade real de realizar uma prática artística e simbólica que expressa os processos artístico-pedagógicos do ISART e uma intensa caminhada dentro da especificidade da investigação em arte”, aponta o académico.

Por sua vez, a professora do ISART e Co-Curadora da exposição dos alunos, Karenia Cintra Rodríguez, enaltece: “existem pontos de ligação, mas também há alguns aspectos diferentes e ousados”. Karenia Cintra Rodríguez acrescenta que: “os onze finalistas de Artes Visuais do ISART são os sobreviventes no interior do ´bunker´ numa nova e arriscada operação: conquistar espaços e sonhos no difícil contexto da cultura e da arte angolana actual”, manifestou. .

Os professores Paralelamente à exposição sob a égide dos estudantes, os professores da referida instituição uniram sinergias e, em conjunto, deram corpo à mostra inédita “Entre as Águas”, da qual é curador Rómulo Rosa. Juntaram-se a essa manifestação artística os professores Francisco Domingos Van-Dúnem (Van), Agostinho José, Pedro G. Ocejo Huerta, Arturo Félix Castro Atala, Diongo Domingos, Darel S. Traba e Rómulo Rosa.

Sequência Entretanto, prossegue no “Espaço D’Arte” a exposição dos artistas Don Sebas Cassule, Guizef e Mampuya, assim como dos jovens artistas Artman, Júlio Madika, Lucano e Bellas, Mussungo, Uólofe Griot e Zbi, tudo em jeito de ´pop-up´ a juntar à celebração da Arte e Cultura Nacionais.