Huambo e Cuanza-Sul em “alerta vermelho” devido à chuva

As províncias do Huambo e do Cuanza-Sul encontram-se em "alerta vermelho" devido à possibilidade de ocorrência de aguaceiros ou chuva forte (30 a 60 milímetros de precipitação em 24 horas), acompanhada, por vezes, de trovoada durante a tarde, noite, madrugada, e manhã, em alguns dos seus municípios

Com ANGOP
Segundo um boletim do Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica (INAMET), válido para as próximas 24 horas, a chuva poderá cair com maior intensidade nesta Sexta-feira (dia 10) Janeiro de 2020, pelo que recomenda a tomada de medidas de precaução e segurança, face ao risco de ocorrência de descargas eléctricas.

Durante os últimos dias, várias zonas do país têm sido assoladas com chuva intensa, com destaque para Luanda, onde uma pessoa morreu e mais de 200 casas ficaram inundadas, Saurimo (Lunda-Sul) que registrou um morto e o desalojamento de 120 famílias, bem como inundações em várias outras províncias, e Cabinda (2 mortos).

No passado mês de Agosto, especialistas em meteorologia reunidos em Luanda, no 23º Fórum Regional do Clima da África Austral (SARCOF-23), previram para o primeiro trimestre deste ano, em quase toda região do continente, chuva normal e acima do normal.

Excepção poderá verificar-se a Oeste de Angola (província do Namibe) e Namíbia, Sul da África do Sul, Zimbabwe, E-swatini e Madagasgar, que terão chuva normal com tendência abaixo do normal, como já acontece desde o princípio desta estação, em Agosto de 2019

De acordo com o Instituto Nacional de Meteorologia e Geofísica, as temperaturas extremas (mínimas/máximas) previstas para as principais cidades do país, até às 18horas de hoje, são:

Luanda 23/32, N’dalantando 17/29, Cuito15/25, Cabinda 24/ 30, Malanje 17/28, Luena 16/27, Sumbe24/31, Dundo 20/29, Lubango 16/26, Caxito 21/34, Saurimo 18/27, Menongue 16/31, Mbanza Congo 21/ 34, Benguela 25/31, Moçâmedes 20/31 Uíge 18/28 Huambo 11/24, Ondjiva 22 /36.

error: Content is protected !!