A lição dos Bundas

Há pelo menos dois dias que circula a notícia sobre o roubo do equipamento para a emissão de bilhetes de identidade no município dos Bundas, na província do Moxico. Na verdade, um assalto desta natureza não é uma novidade em Angola. Em Luanda, lar do Patriota, tinha aconteceu coisa semelhante há algum tempo numa instituição do gênero. O aque me preocupa agora não é que a Repartição de Identifi cação Civil e Criminal no município dos Bundas fi que uns dias sem funcionar, até que o equipamento seja reposto. Nem me preocupa muito a falta de segurança que permitiu o assalto. Isso pode ser resolvido reforçando o efectivo, colocando umas grades, câmaras de vigilância e até cães, se necessário. O equipamento foi roubado, não se sabe por quem e nem para que fi ns. Aí é que está o verdadeiro perigo. Aí está o que me preocupa efectivamente. Que alguém se ponha a emitir bilhetes de identidade a quem não os mereça. O que quero ouvir, a ainda não foi dito, é que existe, algures, um mecanismo de segurança que bloqueia aquele equipamento, que o impeça de emitir bilhetes, que a emissão é feita a partir de um “cérebro” central, para todo o país e que o equipamento roubado já está desligado, desactivado. Que se pensou na eventualidade de ocorrerem roubos quando se gastou os milhões que foram gastos nesta “modernização” dos serviços. Se não se pensou, é porque há maus alunos no Estado.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!