1º de Agosto depende de terceiros na Champions de África

1º de Agosto depende de terceiros na Champions de África

O 1º de Agosto perdeu ontem, em Lubumbashi, diante do TP Mazembe do Congo Democrático, por duas bolas a uma, na conclusão da quarta jornada do grupo A da Liga dos Clubes Campeões Africanos. Os rubro-negros entraram melhor que os congoleses na partida. Aliás, dominaram o adversário durante toda a primeira parte. Os avançados Ary Papel e Nelson da Luz criaram muitas dificuldades aos defesas do TP Mazembe.

Por isso, os militares adiantaram-se no marcador aos oito minutos por intermédio de Mabululo. Na segunda parte, os congoleses entraram mais fortes que o embaixador angolano. Os militares acusaram cansaço físico e tiveram imensas dificuldades para fechar as linhas de passe. Por conta disso, o avançado congolês, Chico Kubanza, restabeleceu a igualdade aos 59 minutos.

Depois do golo do empate, os comandados de Dragan Jovic tentaram reagir, porque só a vitória interessava. Mas, sem sucesso, uma vez que o TP Mazembe pressionava bastante e chegou à reviravolta aos 68 minutos por intermédio de Jakson Muleka. Assim sendo, para sonhar com o apuramento nos oitavos-definal, os militares passam, agora, a depender de terceiros.

Entretanto, os rubro-negros precisam de vencer o Zesco United da Zâmbia e o Zamalek do Egipto, na quinta e sexta jornadas, respectivamente. Em caso de vitória diante daquelas equipas, o 1º de Agosto somaria oito pontos na segunda posição. Mas, os militares terão que torcer por uma derrota do Zamalek frente ao TP Mazembe. A acontecer, o 1º de Agosto estaria apurado para a segunda fase da competição, porque o Zamalek ficaria na terceira posição com os seus sete pontos. Na classificação, o TP Mazembe lidera com dez pontos, seguido pelo Zamalek com sete. O 1º de Agosto ocupa o terceiro posto com dois pontos, bem como o Zesco United na última posição