Kinlai apresenta novos modelos de camiões chineses Dongfeng

Com investimento acima de USD 1 milhão e 300 mil, a empresa espera vender no presente ano 50 automóveis e conta com 17 colaboradores

A Empresa Kinlai inaugurou, ontem dia 15, em Luanda, a primeira de loja de venda de novos camiões e acessórios de marca chinesa Dongfeng. Numa primeira fase foram desalfandegados dez camiões e o preço das viaturas rondam os 70 milhões de Kwanzas. O administrador da Nors, Francisco Ramos, salientou que o principal objectivo do surgimento da loja é trazer para o mercado angolano camiões com altos níveis de excelência, durabilidade e performance, e aumentar a oferta da Nors do sector dos transportes rodoviários de mercadorias.

Questionado se é o melhor momento para investir em Angola, tendo em conta a crise económica, referiu que a empresa está confiante no mercado angolano. “O grupo Nors está em Angola há 30 anos e não é o primeiro momento difícil na economia angolana e pretendemos tomar as medidas de gestão adequadas para que se possa maximizar os resultados, explica. No que toca aos acessórios dos camiões, Francisco Ramos avançou que o grupo NORS tem como marca a assistência pós-venda. Neste momento, a empresa tem disponível um stock de reposição de peças com mais de mil referências e rotinas de repovoamento de peças definas com a marca Dongfeng “A empresa é conhecida como uma autora de sucesso pós–venda, quanto melhor for a assistência, há mais oportunidades de crescimento dos clientes e uma das principais preocupações no negócio ”, reitera. O responsável adiantou que a intenção é expandir o negócio a demais províncias, porém, numa primeira etapa, a prioridade é Luanda.

Por sua vez, o ministro do Comércio, Jofre Van-Dúnem Júnior, referiu que uma “Angola moderna” não se constrói de um momento para outro, mas sim resulta de um trabalho quotidiano. Por essa razão o compromisso do país com as reformas é fundamental e firme. “ O sector privado tem um factor determinante da nova etapa da história do país. Não devemos nos esforçar apenas para aumentar o volume de comércio, mas sim a qualidade dos produtos, de modo que os investimentos possam gerar negócios e permitam novos empregos e receitas”, disse. Para o governante, o novo investimento apresenta grandes patamares de oportunidade, ressaltando que espera que o exemplo possa ser seguido por mais empresas internacionais e nacionais. Já o embaixador da China em Angola, Hong Tao, referiu que a empresa acumulou capacidade técnica e competividade no mercado interno, e internacional. Segundo ele, a expansão da China para vários países é de interesse comum para a China e parceiros, e tem como meta, em 2020, erradicar a pobreza em todo o país asiático.

A Kinlai é a nova empresa do Grupo Nors dedicada à operação de venda e pós-venda dos camiões Dongfeng em Angola e conta com cinco empresas no país A referida empresa disponibiliza soluções no mercado de transporte rodoviários de mercadorias, posicionando-se como a marca de camiões topo de gama chinesa, que disponibiliza camiões de gama média (7,5-16 toneladas e gama alta (superior a 16 toneladas). A empresa está sediada no bairro da Mulemba, em Cacuaco, concretamente na rua da Volvo. O Grupo Volvo, detentor da empresa Nors fez uma pareceria com a Trucks Dongfeng uma das marcas de camiões da China e adquiriu 45 % das ações da mesma. A Dongfeng é a 78ª maior empresa de camiões no mundo e possuiu várias unidades de negócios.

error: Content is protected !!