Sporting de Cabinda falha jogo da Taça de Angola no reduto do Caála

O Sporting de Cabinda não disputou, ontem, o desafio dos 16 avos-de-final da Taça de Angola frente ao Recreativo da Caála do Huambo.

A formação de Cabinda não se deslocou ao palco da competição por razões de transportação, segundo uma fonte daquele clube. Mas, alega-se também que os leões de Cabinda estejam a passar por dificuldades financeiras. Deste modo, aguarda-se pela decisão da Federação Angolana de Futebol (FAF) nas próximas horas, de acordo com os regulamentos.

A formação do Huambo tinha as condições preparadas, uma vez que observou o que a equipa de arbitragem recomenda. Com alguns reforços no seu plantel, o técnico David Dias pretendia que os atletas fizessem a estreia com a camisola do Caála. Beny, Silva, Joca, Makusa, Tchitchi, Tobias e Nilton são os reforços da formação do Planalto Central para a segunda volta do Campeonato Nacional.

Focados na segunda volta

O Caála está focado na segunda volta do Girabola, prova que começa neste fim-de-semana, segundo a FAF. Por isso, David Dias regressa hoje aos trabalhos, uma vez que defronta o Bravo do Maquis do Moxico no seu reduto, no Sábado, às 15:00. O Caála terminou a primeira volta do Campeonato Nacional na 12ª posição com 14 pontos. O Bravos do Maquis ocupa a 6ª posição com 22 pontos, logo não será uma partida fácil para os maquisardes, porque o adversário pretende sair da zona de despromoção.

error: Content is protected !!