Presidente do Sporting de Cabinda admite difi culdades fi nanceiras

O presidente do Sporting de Cabinda, Manuel Luís Coelho, desmentiu ontem, a OPAÍS, as informações segundo as quais o clube não se irá deslocar à província do Cuanza-Sul para defrontar, no Sábado, o Recreativo do Libolo. Manuel Luís Coelho reconheceu que a equipa está a enfrentar difi culdades fi nanceiras, mas fez saber que os leões de Cabinda vão deslocar-se ao reduto dos libolenses.

Por esta razão, afirmou que os patrocinadores estão comprometidos em apoiar a equipa até ao fim do Girabola. “São falsas as informações. Estamos a viver uma fase difícil, mas vamos viajar para Calulo”, afi rmou o dirigente. Manuel Luís Coelho disse ainda que o clube falhou a Taça de Angola porque a aeronave da Força Aérea Nacional que transportaria os atletas para o Huambo não se fez presente. O dirigente lamentou a situação, mas admitiu que o foco da direcção é a permanência no Campeonato Nacional. Por isso, a equipa realiza hoje uma sessão de treino para discutir os três pontos amanhã com o Libolo.

O desafi o com a equipa de André Makanga é referente à 16ª jornada da segunda volta da maior festa do futebol angolano. O técnico Emena Kwazambe vai corrigir os aspectos falhado no jogo da 15ª jornada frente ao Petro de Luanda com quem perdeu por 2-0. Jogadas combinadas, circulação da bola, posicionamento, transição defensiva e organização vão dominar os trabalhos.

Na tabela classificativa, o Sporting de Cabinda fi gura na nona posição com 18 pontos. Os leões do Norte somam quatro vitórias, seis empates e cinco derrotas.

error: Content is protected !!