Angola a um passo dos quartos-de-final no Africano

Ao conseguir, ontem, a segunda vitória frente à Líbia, na cidade de Radès, por 20-19, o sete nacional continua a surpreender os seus adversários no grupo B. Amanhã termina a primeira fase diante do Gabão, às 16:00

A Selecção Nacional sénior masculina de andebol está a um passo dos quartos-de-final no Campeonato Africano que decorre na cidade de Radès, na Tunísia. Ao conseguir, ontem, a segunda vitória no grupo B, deixando para trás a Líbia, os angolanos continuam a dar cartas nesta primeira fase. Durante os 60 minutos, os pupilos de Nelson Catito vergaram os líbios por 20-19. Como é evidente, foi um resultado bom para os angolanos, mas a experiência falou mais alto na ponta final do desafio. O guarda redes Goevany Muachissengue foi eleito o melhor jogar em campo no desafio frente à Líbia.

Com defesas a tangente, Goevany Muachissengue conseguiu salvar Angola do empate ou da derrota. E tudo aponta que a Selecção Nacional está a subir de nível, embora tivesse realizado poucos jogos de controlo. Posto isto, o técnico Nelson Catito admitiu que tiveram algumas dificuldades para ultrapassar o adversário. “Não foi um jogo fácil, mas foi melhor a vitória, porque tivemos mais atenção na ponta final”, admitiu o técnico à imprensa no palco da competição. Hoje, o técnico angolano aproveita a pausa para corrigir alguns aspectos que não foram cumpridos nas primeiras jornadas.

Deste modo, Nelson Catito vai manter uma conversa com o grupo e depois atacar a componente prática. Amanhã, Angola mede forças com o Gabão, na cidade de Radès, às 15:00. Nesta partida, os angolanos entram com o objectivo de vencer, aliás quer terminar a primeira fase sem derrota. Na edição anterior, realizada no Gabão, em 2018, os angolanos conquistaram a medalha de ouro. Em solo tunisino, o objectivo é manter ou melhorar o terceiro lugar, segundo a equipa técnica liderada por Nelson Catito.

error: Content is protected !!