BP do MPLA considera Beto Van-Dúnem nacionalista exemplar

O Bureau Político do comité central do mPLA manifestou, nesta Sexta-feira, profunda comoção pelo falecimento do nacionalista carlos Alberto van-dúnem “Beto van-dúnem”, considerando-o combatente de primeira linha na luta anti-colonial

Numa mensagem de condolências, o MPLA refere-se a Beto Van-Dúnem como distinto militante e nacionalista exemplar que jogou um papel importante na clandestinidade, sendo um dos mais intrépidos integrantes do histórico “Processo dos 50”, que serviu de chamariz para a Independência de Angola. Por isso, expressa que o seu desaparecimento físico, Quinta-feira, por doença, em Luanda, “representa um duro golpe às acções que visam a preservação da nossa História e Memória colectiva”.

Perante o infortúnio, o Bureau Político entende que urge a divulgação do legado político de todos os compatriotas envolvidos na luta que conduziu ao nascimento de Angola, enquanto país livre e soberano. Destaca que, entre as diversas funções de alta responsabilidade do Partido e do aparelho central do Estado que desempenhou “ao longo da sua vida recheada de grande engajamento militante e patriótico”, Beto Van-Dunem, que faleceu aos 85 anos, notabilizou-se como ministro do Comércio, no período de 1978 a 1981.

Aponta também o seu empenho enquanto deputado à Assembleia Nacional, além de ter tido uma brilhante passagem pela direcção do então Departamento de Organização e Mobilização (DOM/MPLA). “Nesta hora de profunda comoção, o Bureau Político do Comité Central do MPLA, em nome dos seus militantes, simpatizantes e amigos, inclina-se perante a memória de Beto Van-Dúnem e endereça à família enlutada os seus mais sentidos pêsames”, conclui a nota de condolências.

error: Content is protected !!