Carta do leitor: Clamor do Leste

O ministro da Construção visitou recentemente algumas localidades na região centro para se inteirar da situação das estradas, sobretudo depois das últimas chuvas que tornaram intransitáveis grande parte do país. O responsável terá regressado a uma zona em que esteve há pouco tempo.

Os meios de comunicação social divulgaram a inauguração de alguns troços já sob a sua batuta no Ministério da Construção, mas já se fala que a qualidade não é diferente de muitas das estradas feitas no tempo da outra senhora. Porém, a maior preocupação prende-se com o facto de não se estar a prestar a devida atenção a importantes troços no norte e no leste do país.

Há pouco tempo a empresa Macon decidiu suspender as viagens nas províncias da Lunda-Norte, Lunda-Sul e Moxico, deixando milhares de angolanos à sua merce.

19 de Janeiro de 1984 – O Presidente cubano, Fidel Castro, condecora, em Havana, com a “Ordem da Baia dos Porcos”, o dirigente do Partido Comunista português, Álvaro Cunhal.
19 de Janeiro de 1885 – Funda-se, oficialmente, a “Colónia de Sá da Bandeira” (actual Lubango), na província da Huíla.

19 de Janeiro de 2009 – Empossamento do 1º Presidente negro dos Estados Unidos, Barack Hussein Obama.
Do outro lado, os camiões que regularmente viajam a Cabinda por estrada correm o risco de interromper as suas actividades. Existem troços no Zaire que há muito clamavam por intervenção, mas não receberam e o resultado está à vista. Nesta fase complicada da economia nacional, o importante seria prestar atenção aí onde não existe sequer o mínimo para as pessoas poderem circular, como já se vê no leste.

O ideal será deixar de lado os ideais propagandísticos ou até eleitorais no que às obras dizem respeito. Nas Lundas, por exemplo, o trânsito de mercadorias, e não só, sempre se fez de maneira sofrível. É imperioso que se comece a olhar, de uma vez por todas, para aquelas gentes que se mostraram sempre calmas e humildes, embora tenham no seu solo uma das mais importantes riquezas deste país.

Quando se escuta em números estrondosos como os mais de um bilião feitos pela Endiama no último ano, ou ainda as descobertas e guerras pela posse de determinadas terras ricas, neste mineral, ou nessas pedras, o ideal seria pensar-se também que a riqueza arrecadada devia acompanhar o nível de vida dos habitantes nesta hora.

Chegou o momento de se fazer uma verdadeira intervenção no Leste e partes do Norte, sem desprimor para as outras regiões.

Morais Somakassa

Lunda-Sul

error: Content is protected !!