Editorial: O Estado também pode ser castigado

Se o Estado falha e prejudica o cidadão, deve sim ser julgado e condenado. E deve pagar, com celeridade. No Bié e em Luanda correm processos em que se exige do estado indemnizações avultadas, mas não tanto que paguem as vidas desfeitas. Isso é bom, os agentes do Estado que em seu nome prevariquem que se arranjem com ele depois. Em nome dos Estado e da.sua impunidade quantas pessoas foram prejudicadas?

Mas está responsabilização do Estado não deve fi car-se por casos de.korte ou prisão arbitrária, há muita gente a perder os seus bens e negócios por incúria do Estado, o mesmo que não olha a meios para cobrar impostos e taxas. Há muitas cláusulas no contrato de cidadania que não estão a ser cumpridas pelo Estado. Entre elas água potável, escola pública decente e universal, saúde pública decente e universal, electricidade, mobilidade e segurança. Há que obrigá-lo a cumprir, assim os politie gestores públicos passam a concentrar-se no que é mesmo importante.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!