Endiama paga segurança social a antigos trabalhares de empresas do sector

A ENDIAMA E.P pagou a 15 do corrente mês a quantia de 2 mil milhões 170 milhões, 211 mil e 760 Kwanzas correspondente à conclusão das contribuições da segurança social aos trabalhadores das empresas do sector diamantífero paralisadas. O valor pago é para concluir as contribuições devidas a trabalhadores que prestaram serviço a Sociedade Mineira do Lucapa, Luarica, Fucaúma, Luxinge e Yetwene. A Empresa Nacional de Diamantes de Angola vinha efectuando pagamentos desta obrigação desde 29 de Novembro de 2018, tendo realizado já a liquidação de cinco outros pagamentos anteriores.

A diamantífera angolana informa em nota que o processo dos trabalhadores das empresas paralisadas é o segundo caso do género, depois de se ter concluído em Dezembro de 2019 o pagamento das contribuições para os trabalhadores do Cuango, no valor de AKZ 4.432.173.926,40. No processo das empresas paralisadas, os trabalhadores reclamavam pagamentos por alegados salários em atraso, mas a ENDIAMA E.P. tem outro entendimento. Numa reunião entre as partes, realizada no dia 19 de Dezembro de 2019, “foi decidido recorrer-se à mediação da inspeção-geral do trabalho”. No processo do Cuango, os trabalhadores solicitam que os que ainda não possuam 60 anos sejam enquadrados em reforma antecipada de acordo com a lei 40/208.

error: Content is protected !!