Antigo vice-governador do BNA será ouvido Terça-feira no Caso 500 milhões

O antigo vice-governador do Banco Nacional de Angola (BNA), Manuel António Tiago Dias, será ouvido na próxima Terça-feira, como declarante, no caso 500 milhões, cujo processo segue os trâmites legais na Câmara de Crimes Comuns do Tribunal Supremo

A sua audição estava prevista para hoje, no entanto, atendendo ao adiantar da hora, o juiz da causa, João da Cruz Pitra, mandou suspender a sessão após o interrogatório de Ana Maria José Marcolino, subdirectora do Departamento de Operações Bancárias (DOB),e esclareceu aos presentes que essa decisão deveu-se, sobretudo, ao facto de que se iniciassem a inquiri-lo hoje, não seria possível terminar no mesmo dia e como está prevista uma pausa amanhã e Segunda-feira, teriam de retomar apenas na Terça-feira. O que, no seu ponto de vista, poderia, até certo ponto, ser prejudicial para o processo.
Para o afeito, o juiz da causa teve o apoio dos advogados e representantes do Ministério Público.

Notícia em actualização

error: Content is protected !!