Polícia condenado a 16 anos por matar Juliana Cafrique

O Tribunal Provincial de Luanda condenou hoje o agente da Polícia Nacional (PN) Gonçalo Sakala Canga a 16 ano de prisão efectiva, por ter disparado mortalmente contra a vendedeira Juliana Cafrique no dia 12 de Março de 2019, no bairro Rocha Pinto.

error: Content is protected !!