Número de mortos em terramoto na Turquia sobe para 22

O número de mortos do forte terramoto que atingiu nesta Sexta-feira (24) a província de Elazig, no Leste da Turquia, saltou para mais de 20, segundo balanço das autoridades do país

Numa conferência de imprensa realizada neste Sábado (25), o ministro do Interior turco, Suleyman Soylu, informou que 18 pessoas foram encontradas mortas em Elazig, já outras quatro em Malatya. Ainda segundo Soylu, as equipas de emergência retiraram cerca de 39 pessoas dos escombros de um prédio. Entretanto, o político acrescentou que outras 22 continuavam presas. Já de acordo com o ministro da Saúde do país, Fahrettin Koca, cerca de 1.030 pessoas ficaram feridas e foram hospitalizadas em decorrência do terramoto. No entanto, esse número poderá aumentar nas próximas horas. Relatórios preliminares sobre o terramoto indicam que o tremor durou pelo menos 40 segundos.

O ministro do Meio Ambiente e Urbanização da Turquia, Murat Kurum, acrescentou que o furacão levou cinco prédios a entrar em colapso em Elazig, além de ter causado sérios danos em outras estruturas da região. Segundo o observatório sismológico de Kandilli em Instambul, o epicentro do sismo foi registado a 10 km de profundidade e teve magnitude 6,8. O Serviço Geológico dos Estados Unidos (USGS) diz que o tremor também foi sentido na Síria, na Geórgia, na Arménia, no Líbano e no Iraque. De acordo com a agência “Tass”, o Presidente da Rússia, Vladimir Putin, enviou um telegrama ao seu homólogo turco, Recep Tayyip Erdogan, expressando as suas mais profundas condolências pelas mortes e danos causados pelo terramoto. Ansa

error: Content is protected !!