Angola fracassa no Africano da Tunísia

A Selecção Nacional não foi capaz de conservar a medalha de bronze obtida no Gabão, em 2018, após perder (27-32) frente à Argélia, para as classificativas do terceiro lugar do Campeonato Africano sénior masculino de andebol, prova que decorreu em solo tunisino

A Selecção Nacional sénior masculina de andebol ficou ontem com o quarto lugar da 24ª edição do Campeonato Africano das Nações (CAN), após perder, por 32- 27, frente à Argélia, que decorreu na cidade Radès, na Tunísia. Com este resultado, Angola não foi capaz de conservar a medalha de bronze obtida na edição anterior, no Gabão. O sete nacional não teve argumentos para contrapor ao adversário que esteve bem organizado no sector defensivo e eficaz no ataque. Por esta razão, o combinado angolano já perdia ao intervalo por 14-15.

Egipto destrona Tunísia

Num jogo impróprio para cardíacos, os egípcios destronaram tunisinos, anfitriões, após vencerem, por 27-22, na final do Africano. A selecção do Egipto entrou com determinação, uma vez que não queria repetir os erros do passado. Em 2018 no Gabão, o Egipto caiu aos pés da Tunísia, ao perder na final, por 26-24. Ontem, os egípcios dominaram o adversário do primeiro ao último minuto, fecharam todas as linhas de passe e não deram oportunidade ao adversário de fazer o seu jogo. Por esta razão, o Egipto conquistou a 24ª edição do Campeonato Africano das Nações, ao vencer a Tunísia por 27-22.

Os tunisinos não tiveram capacidade táctica e técnica para suplantar os Faraós. Aliás, a Tunísia cometeu muitas falhas no sector defensivo e pecou na finalização. Por conta disso, já perdia ao intervalo por quatro golos de difrença (11-15). A selecção nacional do Egipto terminou invicto na liderança do grupo A com seis pontos. Na primeira jornada, os egípcios derrotaram a Guiné Conacry por 39-22. Na segunda ronda, bateu o Quénia por 44-19, tendo vencido a República Democrática do Congo (RDC) na última jornada por 28-19.

error: Content is protected !!