Era uma vez…

POR: Kâmia Madeira

Era uma vez, numa galáxia não muito distante, um rei todo poderoso que tinha muitos filhos, de seu nome Thanos, apelidado de arquitecto da paz depois de ter dominado o seu opositor numa guerra fraticida. Thanos considerado por muitos exímio estratega tinha à sua volta um séquito de auxiliares que veneravam tudo o que dizia e até afirmavam que era graças a ele que havia oxigénio para respirar. O povo, não sabia se tudo era obra da clarividência do rei e muitas vezes se interrogava porque tinha tantos ministros e conselheiros se a tudo lhe eram atribuidas responsabilidades. O soberano tinha duas filhas muito conhecidas, Nebula que tinha feito fortuna a comercializar ovos intergalácticos e era apelidada de princesa estrelar e Gamora hábil na arte da retórica com breve passagem por meios de comunicação e que fazia vida a distribuir conselhos a quem quisesse e a quem não quisesse também. Thanos tinha dado a Loki, mestre na dissimulação, a responsabilidade de gerir uns dinheiros públicos que serviam para comprar coisas para trazer mais dinheiro para o reino, mas as coisas não correrram muito bem e já contamos porquê daqui a pouco…. Pois bem Thanos almejava ter 5 pedras que lhe permitissem controlar, mais do que já controlava e os seus conselheiros começaram a ficar temerosos e a ver que a idade do seu rei avançava, o povo estava descontente e após muitas reuniões decidiu-se a subsituí-lo pelo Extermiador Implacável, ou Jonh Wick para os amigos, mas na altura não se sabia que o dito cujo iria ser tão implacável assim, é que o poder de Thanos estava sedimentado em várias alianças… Bom, o Exterminador Implacável, após uma campanha extenuante, consegue ganhar e promete ao povo mudanças dizendo que as más práticas do reinado de Thanos teriam que ser combatidas, todo o mundo iria pôr sal na gasosa para perder o gás…. O tempo foi passando, Thanos tinha partido e o povo outrora esperançoso começava a ficar apreensivo, ele bem via Jonh Wick a nomear este, exonerar aquele e assim sucessivamente, via também as cascas de banana que de vez em quando se iam colocando no caminho para ver se o actual soberano caía, contudo a vida desde Thanos não tinha melhorado, dizer que em alguns casos tinha piorado. A falta de postos de trabalho, o encarecer do custo de vida, a saúde e o ensino deficitário estavam a deixar os cidadãos desiludidos… Mas eis que, à boa maneira romana, “Panem et circens” começam a ser julgados influentes assessores de Thanos e ex-Companheiros do Exterminador Implacável… O país tem rumo dizem uns, é apenas poeira para os nossos olhos gritam outros… Nesta coisa de justiça que começa a trabalhar até Loki,ficou indiciado pela má gestão financeira e que desde que está na cadeira dos réus, só anda a pé, tem que prestar contas, de igual modo Nocturno que disse em plena sessão que tem 30 paragens respiratórias por noite,e que só pode ser acompanhado no estrangeiro porque o único aparelho para a sua maleita existente no reino se encontra avariado… Pobre ex governador do Banco Nacional estas são as coisas que dão que pensar… Esta “estória” já vai longa mas não podemos deixar de contar que agora o reino está em alvoroço porque Nebula está a ser alvo de investigação após uma fuga de informação a que se deu o nome de “Fugas de Gotham” onde se acusa Nebula de não ter feito fortuna com ovos intergalácticos, mas “extraviando” somas elevadas do erário público com o beneplácito do pai. 120 jornalistas de vários reinos analisaram e cruzaram informações de 7500 documentos, Nebula, que se dizia perseguida pelo actual detentor do poder em várias redes sociais afirmou estar a ser alvo de uma perseguição baseada na cor da pele e tudo por ser verde… Depois de constituída arguida, já muita tinta correu… os seus amigos já não querem saber dela e fogem como se tivesse lepra, portanto deve ser mesmo algo a ver com a pele, viu-se forçada a deixar de ser dona de umas quantas coisas e acusa gestores anteriores a si de terem formado uma quadrilha para a derrubar sendo o principal mentor deste grupo Dr. Estranho ex Vice de Thanos…. Ora o povo, que não é tão ingénuo, nem incauto sempre soube que ter 5 pedras e muito poder não lograria um bem sem putrefacção, o povo sabe igualmente que Nebula, qual Branca de Neve, a provar-se a perfídia não o poderia ter feito sem a ajuda de 7 ou mais anões, o povo continua pacífico e até pode ter comprado pipocas e coca-cola, mas sabe que algum dia a película tem que acabar e quando lá chegar que mudanças reais terá? Porque as estórias de encantar são muito bonitas, mas o povo quer saúde, trabalho e educação e de nada servirão os contos de Era uma vez se estes não levarem a mudanças concretas… Aguardamos expectantes…

error: Content is protected !!