Decorre em Lisboa a 3ª edição de “Cursos livre de História de Angola”

Durante sete meses serão realizadas mais de 25 sessões, às Terças-feiras de cada semana, com objectivo de abordar e aprofundar os conhecimentos da realidade política, geográfica e cultural de Angola

Decorre em Lisboa (Portugal), desde o mês em curso, a 3ª edição do “Curso Livre História de Angola”, promovido pelo Mercado de Letras Editores e a União das Cidades Capitais de Língua Portuguesa (UCCLA). A presente edição que decorrerá até Julho do ano corrente, às Terças-feiras de cada semana, serão realizadas mais de 25 sessões, com o objectivo de abordar e aprofundar os conhecimentos da realidade política, geográfica e cultural de Angola.

Temas relacionados com “O conceito de pré-história”, “Fontes orais e arqueológicas da História de Angola”, “A Idade da Pedra e do Ferro no país”, “A coexistência dos povos Kung e Bantu”, “As cartas étnicas” e as “Instituições tradicionais bantu” constam na agenda que será apresentada pelo mestre em História de África, professor Alberto Oliveira Pinto. Além deste, serão igualmente convidados vários prelectores, desde professores, especialistas de reconhecido mérito para contribuírem, com a competência académica, profissional e literária, para a elevação do curso.

O coordenador

Alberto [Manuel Duarte de] Oliveira Pinto nasceu em Luanda a 8 de Janeiro de 1962. É Doutor (2010) e Mestre (2004) em História de África pela Faculdade de Letras da Universidade de Lisboa (FLUL), onde colaborou como docente no Departamento de História. Lecinciouse, igualmente, noutras universidades portuguesas e também em universidades estrangeiras na qualidade do professor convidado. Presentemente, é investigador do CESA, Centro de Estudos sobre África, Ásia e América Latina, do Instituto Superior de Economia e Gestão (ISEG) e do Centro de História da Universidade de Lisboa (CH-UL). É coordenador do Curso Livre de História de Angola (UCCLA/Mercado de Letras Editores) nas suas edições de 2018 e 2019. Em 2016, foi Presidente do Júri do Prémio Internacional em Investigação Histórica Agostinho Neto da Fundação António Agostinho Neto (FAAN).

error: Content is protected !!