“Fogo Negro” volta ao Carnaval do Huambo seis anos depois

Este regresso, segundo consta, constitui a principal novidade da edição 2020 do Entrudo, cujo desfile, em adulto, acontece a 25 de Fevereiro, na cidade do Huambo

Seis anos depois, o grupo carnavalesco “Fogo Negro” regressa, este ano, ao desfile do Carnaval na província do Huambo, deu a conhecer, recentemente, o director do Gabinete local da Cultura, Turismo e Juventude e Desporto, Jeremias Piedade dos Anjos Nambongue Chissanga. Com 11 títulos conquistados, em 33 participações, o grupo, fundado no início da década de 1980, recorde do maior número de troféus consecutivos (seis), altura em que os grupos Saidy Mingas e União Seguessa (extintos) eram as maiores referências do Entrudo local, detém a hegemonia na galeria dos vencedores do Carnaval de adultos no planalto central.

Este regresso, segundo o responsável, constitui a principal novidade da edição 2020 do Entrudo, cujo desfile, em adulto, acontece a 25 de Fevereiro, na cidade do Huambo, capital da província com o mesmo nome, com a participação de oito grupos, contra os três da edição passada. O grupo “Fogo Negro” conquistou o seu último troféu em 2010, quatro anos antes da sua desistência, sendo na altura a maior atracção dos desfiles carnavalescos da província, não apenas pelos títulos já conquistados, mas também pelo número de foliões que levava consigo para o palco da exibição.

Os outros grupos

Jeremias Nambongue Chissanga referiu que, além do Fogo Negro, prevê-se a participação dos grupos Okutuica, Velha Guarda, todos do município do Huambo, Ecos da Gruta (Cachiungo), Ovinjenje (Chinjenje), Wambo Calunga (Caála) e os restantes dois das municipalidades do Longonjo e Ucuma. Na classe tradicional, o director do Gabinete local da Cultura, Turismo e Juventude e Desporto disse estarem previstos a participação de 12 grupos, sendo que dez já estão inscritos, em representação de nove, dos 11 municípios que compõe à província, excepto os da Caála e Chicala-Cholohanga, que ainda não realizaram a fase municipal.

O responsável disse ainda que para a classe infantil, com desfile marcado para 23 de Fevereiro, prevê-se a participação de 13 grupos. Acrescentou que o desfile, tanto em infantil como em adultos, contará com a participação de oito grupos de animação que, em princípio, devem estar constituídos por artistas, desportistas, parteiras comunitárias, mototaxistas, estudantes do Instituto Técnico Agrário, de efectivos das Forças Armadas Angolana e Polícia Nacional, entre outros. Jeremias Piedade informou que a instituição trabalha, neste momento, na criação de condições para a realização, com êxito, do desfile provincial do Entrudo, com a mobilização de recursos financeiros e apoios junto dos parceiros e da classe empresarial, através da realização de actividades diversas, entre elas o colóquio sobre o carnaval.

error: Content is protected !!