Abbas: Autoridade Palestina rompe todas as relações com EUA e Israel

Mahmoud Abbas, presidente da Autoridade Palestina, anunciou o fim das relações com os EUA e Israel após Trump anunciar plano de paz para o conflito entre palestinos e israelitas

Anteriormente a Autoridade Palestina havia alertado que não aceitaria o “Acordo do Século”, revelado pelo presidente americano Donald Trump, criticandoo por ser um viés dos EUA em favor do Estado judeu. “Nós enviamos duas cartas – uma para o primeiro-ministro israelita, Benjamin Netanyahu, e a segunda para os EUA – sobre o facto de que a Palestina não terá mais nenhuma relação com eles, inclusive na área de segurança, tendo em vista a negação, por eles, dos acordos celebrados, anteriormente, e do direito internacional”, declarou Abbas numa reunião extraordinária da Liga dos Estados Árabes no Cairo, Egipto.

Ainda segundo Abbas, os EUA “não são mais amigos” da Autoridade Palestina. Abbas disse que tinha comunicado ao presidente dos EUA a sua intenção de tornar a Palestina um Estado desmilitarizado, embora a ideia tivesse a oposição de parte dos palestinos. “Eu prefiro construir um hospital e não comprar um tanque”, declarou.

‘Acordo do Século’ No dia 28, Trump anunciou o seu plano de paz para os israelitas e palestinos. O plano trouxe consigo condições inaceitáveis para muitos palestinos. Entre eles a proposta de quase 90% dos assentamentos israelitas em terras palestinas se tornarem território de Israel.

error: Content is protected !!