Fuga Para a resistência sai hoje às ruas da cidade de Caxito

Fundistas de ambos os sexos disputam hoje na província do Bengo a Xª edição da meia Maratona de 21 Km que homenageia os heróis da Luta Armada de Libertação Nacional em 1961 contra o regime colonial português, às 7:30. Em 2019, venâncio Tchingume, do Petro de Luanda, venceu a prova

A cidade de Caxito, província do Bengo, acolhe hoje a Xª edição da meia maratona de 21 Km, Fuga Para a Resistência, às 7:30. Na prova, que conta com o suporte técnico da Federação Angolana de Atletismo (FAA), estão inscritos 812 atletas, segundo a organização. Luanda, Benguela, Cuando Cubango, Cuanza-Sul e Norte, Zaire, Huambo, Lunda-Sul e Cuando Cubango são as províncias inscritas no certame que homenageia os heróis do 4 de Fevereiro que se sublevaram contra o regime colonial português, em 1961.

O director da corrida, Augusto Sawaia, adiantou que as inscrições decorreram sem sobressaltos e espera que haja uma disputa renhida entre os candidatos ao pódio. “As condições estão preparadas para o arranque da Fuga Para a Resistência”, disse o responsável à imprensa. De acordo com a organização da corrida pedestre, o tiro de largada será dado no desvio da Barra do Dande, pelo que o corte da meta será no Estádio Municipal do Dande. No terreno, fundistas do Interclube, 1º de Agosto e do Petro de Luanda vão animar a prova, uma vez que estes clubes contam com os melhores atletas do país.

No ano passado, o atleta do Petro de Luanda, Venâncio Tchingumbe bateu a concorrência dos seus colegas na cidade de Caxito. A segunda posição coube a Tiago Baptista do Interclube. Bastos Filipe do Petro ficou em terceiro lugar.

error: Content is protected !!