Adolescente com problemas de correcção de intestinos evacuada para Luanda

Uma adolescente de 13 anos, que durante um ano e quatro meses ficou acamada e a fazer actividades fisiológicas por via de sonda, devido a uma cirurgia de febre tifoide supostamente mal sucedida foi, ontem, evacuada para uma das unidades sanitárias especializadas em Luanda

Esta será a terceira vez que a adolescente será submetida a uma intervenção cirurgíca de correcção de intestinos por causa de uma febre tifoide em estado avançado. As duas ocorreram em 2018, no município do Soyo.

O director-geral do hospital municipal do Soyo, Pedro António, que acompanhou a evacuação da adolescente explicou, à imprensa, que, tudo se fez a nível local, mas devido ao estado crítico da paciente entendeu- se transferir a mesma para a capital do país, onde existem serviços médicos especializados.

Por sua vez, a avó da paciente, Filomena Manuel Francisco, agradeceu a todos que directa ou indirectamente contribuíram para a evacuação da sua neta para Luanda. A administradora municipal do Soyo, Lúcia Maria Tomás destacou os esforços do governo provincial do Zaire e de outros órgãos de estrutura central que disponibilizaram o avião para a evacuação da paciente.

error: Content is protected !!