Angloamerican entra no mercado angolano com prospeção de quatro metais este ano

A mineira Anglomerican vai começar este ano os trabalhos de prospeção para metais básico no país, anunciou o CEO da empresa, Mark Cutifani, à margem do Indaba Mining, que decorre na Africa do Sul, cidade do Cabo

O CEO da Angloamerican, Mark Cutifane, avançou que a empresa que dirige pretende concluir os acordos entre a multinacional e Angola. Caso as partes estejam em sintonia, os trabalhos de prospecção dos minerais terão início. A multinacional mineira assinou cinco contratos de investimento mineiro com o MIREMPET no mês de Novembro de 2019. Deste número, três estão no Cunene, para metais básicos, nomeadamente cobre, cobalto e niquel, e dois no Moxico, para cobre, cobalto e prata. “Este ano começam os trabalhos de prospecção. Esperamos que os acordos venham a ser benéficos para as comunidades angolanas, bem como para a Angloamerican”, explica.

Na sua intervenção, o ministro dos Recursos Minerais e Petróleos, Diamantino Azevedo, convidou as grandes empresas internacionais a investirem na mineração em Angola. Ressaltou que o Ministério dos Recursos Minerais e Petróleos e o do Interior criaram nas instalações do primeiro organismo um posto para concessão de vistos a investidores do sector de recursos minerais. Segundo o responsável, o Executivo angolano esboçou um programa de diversificação da economia, além do petróleo, sendo a mineração um dos desafios dessa diversificação económica com o investimento privado. “A nova Lei do Investimento Privado concede múltiplas facilidades aos investidores e as instituições angolanas darão todo o apoio necessário aos investidores”, explicou.

Anglo American aumenta para 4% a produção no 3º trimestre de 2019 A Anglo American divulgou, no ano transacto, que sua produção total em base equivalente de cobre aumentou 4% no terceiro trimestre de 2019 no período homólogo, graças em parte à ampliação das operações no projecto brasileiro de Minas-Rio, após uma paralisação temporária em 2018. Apenas no Minas-Rio, a produção de minério de ferro entre Julho e Setembro foi de 6,1 milhões de toneladas. Diante do forte desempenho, a Anglo elevou sua expectativa de produção no Minas-Rio este ano para uma faixa de 20 milhões a 22 milhões de toneladas. Anteriormente, a previsão era de 19 milhões a 21 milhões de toneladas.

error: Content is protected !!