Carta do leitor: Falta actualização dos pagamentos feitos no Kilamba

POR: António dos Santos
Morador do Kilamba

Cordiais saudações. Exmo. Senhor Director do Jornal OPAÍS queira aceitar os meus respeitosos e calorosos cumprimentos. Vezes sem conta esse jornal e a Rádio Mais, outro órgão do grupo Media Nova do qual o jornal faz parte, têm divulgado notícias sobre a alegada quantidade de moradores da centralidade do Kilamba que não pagam os imóveis. Chegam a citar uma cifra de até 50 por cento. Julgo ser uma informação que merecia ter uma investigação por parte do órgão que Vossa Excelência dirige. Isso por considerar que a mesma não condiz com a realidade, uma vez que muitos moradores pagaram as suas residências ao longo dos últimos anos à Imogestin, mas os seus pagamentos não foram registado na base de dados. Estive recentemente na sede do Fundo de Fomento a Habitação, localizada no Quarteirão M desta centralidade, e pude constatar o que aqui estou a relatar. A base de dados que a Delta/ Sonip passou a Imogestin é a mesma que foi passada ao Fundo de Fomento a Habitação, pelo que, tal como declarou o porta voz dessa instituição ao programa Grande Informação de Sexta- feira última, da Rádio Mais, há muitos moradores em que só estão registados o primeiro pagamento. Além de que, os pagamentos feitos por transferência bancária também não estão cadastrado na base de dados do Fundo. Por outra, julgo que essa instituição pública devia assumir publicamente que o ano passado desactivaram uma conta de pagamento directo da Imogestin, o que impossibilitou muita gente de efectuarem os pagamentos, como é o meu caso e de muitos moradores. Portanto, só peço ao FFH assuma que também a sua responsabilidade nos atrasos aos pagamentos e reconheça que as suas contas sobre os devedores estão mal feitas.

leave a reply

error: Conteúdo Protegido!