Potência da Hidroeléctrica de Luachimo vai ser reforçada

É uma das mais importantes infraestruturas do género numa região pouco comtemplada com unidades geradoras de electricidade

O Aproveitamento Hidroeléctrico de Luachimo na província da Lunda-Norte vai beneficiar de um novo investimento estimado em mais de USD 12 milhões a serem aplicados na sua reabilitação e reforço de potência.

O Presidente da República aprovou, recentemente, a minuta de adenda ao Contrato e autorizou o Ministro da Energia e Águas a celebrar tal adenta com a empresa China Gezhoub Group Company, Limited (CGGC). A decisão foi tornada publica, recentemente, por via de um Despacho Presidencial (nº18/20) trazido à estampa em Diário da República, I Série – Nº13 de Quinta-feira. 6 de Fevereiro de 2020.

O Presidente da Republica justifica a sua decisão tendo em conta “o ingente esforço que o Executivo angolano tem vindo a realizar para reduzir o défice de energia no país, visando garantir a expansão acentuada da capacidade de produção e alavancar o desenvolvimento regional para o combate às assimetrias locais”. Os novos investimentos em Luachimo vão permitir o comissionamento da linha de interligação em 60 Kv entre esta cenral e a do Dundo, bem como a construção da subestação eléctrica 60/15 Kv e o reforço da rede de distribuição da cidade do Dundo.

A hidroeléctrica do Luachimo tem o primeiro prazo de conclusão da obra iniciada em 2016 para este ano O actual aproveitamento hidroeléctrico do Luachimo foi construído na década de 50, século XX, com capacidade total de um conjunto de geradores de 42.2MW, colocado em funcionamento a 17 de Setembro de 1957, com produção de fornecimento de energia aos distritos do Dundo e Chitato. Com a sua conclusão, fornecerá energia eléctrica aos municípios do Chitato, Cambulo e Lucapa. Com a reabilitação a central recebeu novos equipamentos geradores com a capacidade de 34 MW, o que vai elevar a sua capacidade de geração para cerca de 64 megawatts de energia.

error: Content is protected !!